quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Pois quem vive só na superficie
Corre o risco de não se achar
de não se conhecer

O risco de não viver a dança da vida
Eu quero dançar com você
Por tudo isso aí
Infinitamente agora a mil

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Sobre o Chico.



Definindo as duas palavras: Melhor amigo.

terça-feira, 14 de maio de 2013


De todos os loucos do mundo eu quis você
Porque eu tava cansada de ser louca assim sozinha
De todos os loucos do mundo eu quis você
Porque a sua loucura parece um pouco com a minha...


Eu e minha cabeça de vento

Deslizando pelo ar, eu e minha cabeça de vento, vou levando meu cantar
O mundo é certo, tudo direitinho, muito comportado cada um no seu lugar
Mas a minha cabeça de vento, nunca pára de ventar
Meu pai, minha mãe, meu tio e meu avô, toda família avisou: No nosso meio social um homem deve se ajustar
Mas eu não sou relógio e nem tão pouco parafuso, minha alma é ventania nesse mundo a revirar...



domingo, 12 de maio de 2013


Cuide de quem
Corre do seu lado
E quem te quer bem
Essa é a coisa mais pura...

segunda-feira, 8 de abril de 2013


Meu amor é teu
Mas dou-te mais uma vez
Meu bem
Saudade é pra quem tem
Meu amor é teu
Mas dou-te mais uma vez
Meu bem
Saudade é pra quem tem
Todo o teu amor
Eu vi de longe
De longe...
Dava pra sentir o teu perfume
Eu juro...

terça-feira, 26 de março de 2013

pra um dia de chuva.

Mudanças... Tô sempre refletindo sobre elas.
De uns tempos pra cá, tenho mudado em relação a mim.
Não gosto mais de coisas tão coloridas quanto já gostei, tenho preferido cores neutras.
Abri mão do meu trabalho que era um lazer, pra ir em busca do meu sonho, e, te dizer que não é fácil, viu. Ao mesmo tempo penso que já deixei um tempo passar, sinto que este me deu coragem pra enfrentar mais as coisas como mulher, e não como menina.
Continuo gostando de dias chuvosos, eles me causam uma preguiça descomunal, e acordar cedo pra mim continua sendo a pior coisa...rs.
Sinto que tô encarando minha vida de frente, e confesso que tô me sentindo bem mais viva.
Tô me aceitando ainda, é... não justifico mais meus erros e acertos no meu signo, ou nas pessoas. Se errei foi porque quis, mas também... Quem nunca? Percebi que os que mais julgam são os que mais admiram, e mais queriam poder ter coragem de errar como eu.
 Sou feita de momentos, e isso eu de repente deva ao meu signo. Gosto de liberdade... Me sentir solta, rir alto, conversar sobre coisas, e, embora eu goste de ter bem pertinho quem amo, gosto também de conhecer pessoas e que não sabem nada de mim, sempre acho divertido.

Perdi minha cadela mais linda e companheira de tantos anos, a falta dela sangra todos os dias um pouquinho, lá no fundo... Mas, em compensação ganhei um fiel escudeiro que é meu grande motivo pra sorrir. Ele se chama Chico, é gordo, ronca, e todo mundo gosta de apertar - ele odeia isso - . Ele faz a maior festa quando me vê, e fica com carinha de bobão quando eu coço a barriga dele; é diferente, e quando tá com sono não gosta de muito carinho...rs!

Tenho aprendido cada dia mais a aceitar as pessoas com suas condições, mas continuo falando tudo o que vem pela frente na hora da raiva, emoção, ou qualquer outro sentimento que desperte minha adrenalina.
Me faz bem constantes mudanças... o tempo realmente passa!

... e, ah! Miojo de tomate continua sendo o meu preferido.

segunda-feira, 18 de março de 2013

terça-feira, 12 de março de 2013

"A Odontologia é uma profissão que exige dos que a ela se dedicam: os conhecimentos científicos de um médico, o senso estético de um artista, a destreza manual de um cirurgião e a paciência de um monge."


terça-feira, 5 de março de 2013

Bovary.

"Procuro nos búzios e no horóscopo o resto da minha dignidade. Tento ser mais cética, mais durona, mas sou totalmente tendenciosa quando alguma coisa diz que eu posso ser feliz. É sempre mais fácil culpar o autosabotamento com signos do zodíaco ou algo que se preze, do que entender que você, independente de onde marte esteja neste exato momento, gosta de arrancar as próprias penas apenas para ver aonde dói. 
Gosta de se cutucar para ver aonde sangra, aonde incomoda, que parte do seu corpo sente mais falta dele, em que momento do dia você perde a razão, fica sem ar, o porquê grita tanto internamente ao ponto que se deita exausta de tanta coisa que é sua, mas que você não sabe lidar, e por isso é fácil apelar para o impalpável e para todas as superstições existentes para que tirem a culpa que você carrega de querer tanto ser como os outros, mas não é.
O amor que tanto se proclama, dessa busca e espera infindável, "que chegue e será bem vindo, que será esperado" que some em alguns meses, que se sobrepõe na esquina por um outro qualquer, por essa falta, esse buraco no estômago, essa fome de se sentir amado, de se sentir querido, de se sentir seguro, quando amor é nada além da sensação de estar caindo e não saber onde se segurar.
E por isso eu culpo toda e qualquer manifestação esotérica, pelo meu amor volúvel que vai para qualquer pessoa que me desperte algo que valha terminar o dia, e sendo assim é mais fácil despejar em alguma coisa impalpável a minha incapacibilidade de ser como o resto das pessoas.
Porque eu nunca tive motivos para acreditar em nada que dure para sempre. Porque eu sempre fui tocada pelas mais diferentes formas de vida e por qualquer frase um pouco mais inteligente, porque dói entender que a posição da lua não interfere no quanto eu morro um pouco todos os dias. Porque eu acredito em tudo e isso de não descartar nada, me faz voltar para casa depois de me apaixonar a cada esquina, e querer uma cama só."

segunda-feira, 4 de março de 2013

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

vou de....

Como dizia o poeta 
Quem já passou por essa vida e não viveu 
Pode ser mais, mas sabe menos do que eu 
Porque a vida só se dá pra quem se deu
Pra quem amou, pra quem chorou, pra quem sofreu 
Ah, quem nunca curtiu uma paixão nunca vai ter nada, não 
Não há mal pior do que a descrença
Mesmo o amor que não compensa é melhor que a solidão 
Abre os teus braços, meu irmão, deixa cair
Pra que somar se a gente pode dividir
Eu francamente já não quero nem saber
De quem não vai porque tem medo de sofrer
Ai de quem não rasga o coração, esse não vai ter perdão
Quem nunca curtiu uma paixão, nunca vai ter nada, não.

.Vinicius de Moraes.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

first day.


O amor é um descanso
Quando a gente quer ir lá
Não há perigo no mundo
Que te impeça de chegar.

Caminhando sem receio
Vou brincar no seu jardim
De virada desço o queixo
E rio amarelo.

sábado, 9 de fevereiro de 2013

oh quanto riso, oh quanta alegria...

O pierrot apaixonado chora pelo amor da colombina
E a sua sina chorar a ilusão em vão, em vão
E a colombina só quer um amor
Que não encontra num braço qualquer
Essa menina não quer mais saber de mal-me-quer
Só do pierrot, pierrot...

domingo, 3 de fevereiro de 2013

O que o vento não levou
No fim tu hás de ver que as coisas mais leves são as únicas que o vento não conseguiu levar: um estribilho antigo, um carinho no momento precioso, o folhear de um livro, o cheiro que tinha um dia o próprio vento...

Mário Quintana.

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

feliz 2013


O homem que diz "sou"
Não é!
Porque quem é mesmo "é"
Não sou!
O homem que diz "tou"
Não tá
Porque ninguém tá
Quando quer...

terça-feira, 27 de novembro de 2012


                                        Portas e janelas ficam sempre abertas pra sorte entrar...

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

status:



isso aqui não é mais a minha cara!
preciso mudar!

segunda-feira, 8 de outubro de 2012




Você metade gente
e metade cavalo
Durante o fim do ano
cruza o planetário

Cavalga elegância
Cabeça em pé de guerra mansa
Nas mãos arco e flecha
Meu coração
Aguarda e acompanha
seu itinerário
Até o fim do ano
ser de sagitário

terça-feira, 25 de setembro de 2012

;)


O que será que me dá?

Eu e minha cabeça de vento...

Eu e minha cabeça de vento, deslizando pelo ar...
Eu e minha cabeça de vento, vou levando meu cantar...
O mundo é certo tudo direitinho muito comportado cada um no seu lugar
Mas a minha cabeça de vento nunca pára de ventar!
Meu pai, minha mãe, meu tio e meu avô, toda família avisou: "No nosso meio social, um homem deve se ajustar!"
Mas eu não sou relógio, e nem tão pouco parafuso... Minha alma é ventania nesse mundo a revirar!

sábado, 22 de setembro de 2012

Pedro.


Meu sorriso gostoso. Meu abraço confortável. Meu ombro de todas as noites. Minha primeira ligaçao quando tô feliz. Meu ombro quando tô triste. Meus sonhos. Meu passado, presente, futuro. Meu companheiro. Meu homem. Meu namorado. Eterno amante!



terça-feira, 11 de setembro de 2012

um toque de mulherice...


Eu conheço todo jeito
Todo o vício, sem te tocar
Choro indo, chôro vindo
Conheço o fascínio,
alto de altar
Desconheço a certeza
Que lhe fez exagerar,
e abrir meus poros
Cavar flores sem lhe ver
Chega pra envolver,
envolver querer
Com as cores que te dei
Pedra tua cor,
seja por amor
Meu amor, meu amor...



Sono - Pijama confortável - Ar Condicionado - MpbFm... ;)

Chico.



'Não maltratar os animais é um dever de todos, mas amá-los... É um privilégio de poucos!'


Mamãe ama muuuuuuuuito essa coisa gorda!

segunda-feira, 27 de agosto de 2012



'quem não está disposto a parecer um idiota, não merece se apaixonar'
;)



um belo dia resolvi mudar
buenas noches!

'

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

o de sempre: Otto.

O leite derramado sobre a natureza morta
Me choca, me choca
Me choca, me choca
Quando eu perdi você, ganhei a aposta
Não força, não força, não força
Não força

Quando eu sai da tua vida
Bati a porta
Saí morrendo de medo do desejo
Do desejo de ficar
Saí morrendo de medo do desejo
Do desejo de ficar...